animacao

Cicaf

*

Você está aqui: HomeInício Vocacional TestemunhosMinha Vocação, um Chamado de Deus!
Publicado em Testemunhos
18 Agosto 2018 Add new comment
Minha Vocação, um Chamado de Deus!

Meu nome é Yasmim Pirodhio Mota Duarte, sou indígena Tukano, do clã Bohso Kahperi Porã. Sou filha de Sebastião Mário Lemos Duarte da Costa (indígena Tukano) e Clara Mota Massa (indígena Dessana). Ocupo o quarto lugar entre seis filhos do casal.

Sou natural de Taracuá, uma pequena comunidade do interior do município de São Gabriel da Cachoeira-AM-Brasil, onde nasci e cresci e onde também nasceu a minha vocação.

Fui batizada na Igreja Matriz Sagrado coração de Jesus, minha comunidade de origem, na qual aos 11 anos de idade, fiz a Primeira Comunhão e aos 15 anos, a Crisma.

Desde pequena participei de vários encontros de oração promovidos pelo pároco, pelas irmãs salesianas (FMA) e também pela comunidade: oratório, infância missionária, encontro de jovens (JUT-PJ), animação litúrgica, além da catequese e missas (o primordial). Participava também das novenas, reza do terço no mês de maio, tríduo..., nas reuniões, festas e trabalhos comunitários.

Desses muitos encontros em que participava, o grupo de acólitos, conduzido pelo Padre Bruno (pároco), foi o que mais gostei de participar. E foi nesse grupo que surgiu o desejo de servir além do altar, servir na vida.

No ano de 2013, conheci as Irmãs Catequistas Franciscanas. Foi o meu primeiro contato com irmãs de outra congregação além das Irmãs Filhas de Maria Auxiliadora (salesianas) que vivem na região. Senti-me atraída pelas palavras e jeito simples de ser das irmãs catequistas franciscanas. Depois do encontro com elas, sai me perguntando sobre “muitas coisas da vida”. Decidi me arriscar a experimentar algo “maior”, um desafio “maior”. Conversei com meus pais e chegamos à conclusão de que entraria na casa de formação da CICAF, para fazer a tal da “experiência” depois de completar meus 15 anos, após minha Crisma. Após dois anos de muita espera, oração e vigiar, entrei, finalmente na casa de formação das Irmãs Catequistas Franciscanas, em Manaus-AM.

Como era o primeiro ano, senti muita dificuldade, pois era a minha primeira vez longe de meus pais e numa cidade grande. Consequentemente, senti vontade de desistir daquilo que nem tinha começado. Todavia, com muita oração e ajuda das irmãs, decidi continuar e ficar. O ano de 2016 foi para mim, um ano de muitas descobertas, aprendizado e superação.

No ano de 2017, morei em Pedra Preta MT, onde fiz uma linda e profunda experiência de discípula missionária de Jesus e onde também pude vivenciar profundamente a vida fraterna com as irmãs e companheiras de grupo. Sem dúvida nenhuma, o ano de 2017, foi bem produtivo e animou-me para continuar a caminhada. 

Atualmente, estou na Vila Operária/Rondonópolis-MT, onde prossigo no processo formativo como postulante e aqui (na irmandade Santa Clara de Assis) com as minhas irmãs aprendo a cultivar a alegria, a paciência, disponibilidade e a abertura.

Sou muito grata a Deus por Ele ser o que é na minha vida. Também sou grata por fazer parte da grande família Francisclariana.

Na certeza de que meu Deus Pai, Deus Irmão e Deus Amigo, juntamente com a Mãe Maria estão sempre comigo, sigo fazendo o meu caminho e que seja feita a vontade do Mestre Jesus Cristo.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

sound by Jbgmusic

 

Direção
Isabel do Rocio Kuss

Ana Cláudia de Carvalho Rocha

Marlene dos Santos

Rosali Ines Paloschi

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865