images/cicaf.jpg
Imprimir esta página
Publicado em Notícias
Postado por  Coordenadoria Irmã Alcida Irmã Álcida 25 Abril 2022
Anunciadoras da Esperança em Terras Angolanas!

 

ANGOLA NO HORIZONTE - Com este título simpático e motivador, após a convocação e inscrições para a Missão Angola, Irmã Marlene dos Santos convidou uma equipe para dinamizar o processo de aproximação e conhecimento da realidade africana e especialmente angolana, destinado às irmãs inscritas para a Missão África, com encontros mensais, on-line, realizados de abril a novembro de 2021.

Com o coração aquecido, em tempo oportuno, os vistos foram encaminhados...

A espera foi longa demais, mas não foi tempo perdido. Foi o tempo de Deus! Tempo para aprender conjugar o verbo esperançar... Tempo de aproximação mútua e conhecimento da realidade Afro. Tempo de chegar com o coração antes de beijar o chão sagrado. Os desafios aparentemente intransponíveis, como a pandemia do coronavírus, morosidade na emissão dos vistos... pareciam querer provar a nossa fé.  Felizmente não sucumbimos! O "pequeno resto" foi se arranjando como pode para atender à demanda nas sororidades.

Chegou o tão esperado dia!

Nós, Irmãs Catequistas, da Coordenadoria Irmã Álcida, convidamos todas vocês, queridas Irmãs, formandas e simpatizantes do carisma, a cantar um hino de louvor e gratidão, pela chegada, aqui em Angola, das Irmãs Ana Lúcia Corbani e Najila Pereira da Silva, e da Simpatizante Luciana Luiza Schmitt (no dia 02 de abril 2022) e Fabiula Souza da Silva (no dia 16 de abril de 2022).

"Dai graças ao Senhor porque ele é bom! Eterna é a sua misericórdia!" (Sl 117,1)

Com o coração mais aliviado, aguardamos outros SIMS e a liberação das irmãs inscritas, pois o quadro continua deficitário e a República Democrática do Congo tem pressa!

Nossa gratidão às pessoas que dispensaram tempo e serviço para encaminhar não só a documentação, mas o necessário para nossas irmãs que trouxeram mimos deliciosos com sabores de Páscoa! Quanta gentileza e quanto carinho naqueles pacotes! Nossa gratidão à Coordenação Geral, especialmente na pessoa da Irmã Marlene dos Santos, sempre atenta às necessidades da Coordenadoria.

Mas, o que será que as nossas missionárias sentiram ao chegar neste chão abençoado??? Prepare o coração para acolher seus depoimentos:

 

Ana Lúcia Corbani

Queridas irmãs, que alegria e emoção em me encontrar na Mãe África!

Obrigada pela acolhida carinhosa e cheia de simbolismo das irmãs Darlene e Zenilda, das jovens Aline, Mônica, Tereza, Luiza, Suzana, de Celina, tio Unandio e Malungo e de todas as irmãs em missão na Angola, que não estão aqui presencialmente, mas sentimos a comunhão!

Agradecemos imensamente a sintonia e prece das irmãs da coordenação geral e provinciais, e de toda nossa congregação! Rezemos umas pelas outras. Juntas somos mais!

 

Luciana Luiza Schmitt 

Como simpatizante do Carisma das Irmãs Catequistas Franciscanas, regressando a Angola pela terceira vez, sinto-me abençoada pela oportunidade de caminhada missionária. Sou grata à Congregação pela confiança depositada e grata ao povo angolano pela hospitalidade e alegria com que me acolhe. Pisar em solo angolano e conviver com seu povo que clama por dignidade, é exercitar o Evangelho.

Nossos corações, numa dança cósmica, aos poucos, sincronizam.

Deus seja louvado!

 Najila Pereira da Silva

Por tudo dai graças! Depois de um longo esperançar e aquietar o coração, chegou a grande hora de Deus, o grande dia. Quantas alegrias, quantas emoções! ... os sentimentos se misturam, mas o que fica é gratidão por pisar o chão sagrado dessas terras Angolanas, pois o coração já estava cá, há tempo. Sermos acolhidas com tanto carinho e alegria por nossas queridas irmãs, formandas e simpatizantes, faz o coração transbordar de felicidade.

Num hino de louvor, elevo vozes ao Deus altíssimo e, por cada irmã que acompanhou, rezou e esperançou conosco nessa tão sonhada espera. Gratidão, gratidão!

 

 Fabiula Souza da Silva

No dia quinze de abril de 2022, chega o momento da travessia do oceano para encontrar o Cristo da Vida em terras sagradas angolanas. O dia mais esperado, rezado e de profunda comunhão. Em meu coração só tinha a certeza "Você não estará sozinha". E neste dia da viagem fui agraciada pela companhia das irmãs Maria Ármine Panini e Terezinha Rinaldi. No dia dezesseis pela manhã, no sábado de aleluia, chegamos em Luanda. Fomos acolhidas pela sororidade da Terra Nova, Cazenga e Belo Monte, com cantos, danças e mimos, o que alegrou imensamente o coração. Foi um momento intenso de entrega e confiança. À noite tive a graça de celebrar a Vigília Pascal com a comunidade do Cazenga. Em muitos momentos fechava e abria os olhos para ter a certeza do que estava vendo, ouvindo e sentindo, a multidão do povo de Deus, crianças, jovens, idosos, mulheres entoando louvores, com danças e cantos africanos: Cristo Ressuscitou! Ele Vive! O que alimentou a esperança de iniciar esta nova missão e de estar com o coração muito aberto, como aprendiz, para acolher este povo simples, cativante e acolhedor.

"Se o Senhor te chamou, se o Senhor te escolheu não olhe para trás. Porque Ele te chamou, porque Ele te escolheu, saberá conduzir."

 

Irmã, enquanto você leu cada depoimento, não sentiu uma fogueira acender no seu coração? Este é o fogo do seu coração missionário! Cristo te chama!

Carinhoso abraço! Paz e Bem!

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Texto organizado pela Irmã Zenilda Novais Rocha - Terra Nova, Luanda - Angola.