pg incial 2018

cicaf

*

Você está aqui: HomeNotíciasFRANCISCLAREANDO - Com confiança e ânimo alegre
Publicado em Notícias
Postado por  Sede Geral - Isabel do Rocio 11 Janeiro 2022
FRANCISCLAREANDO - Com confiança e ânimo alegre

 

2022 é ainda uma criança. Criança é sinônimo de esperança, de total e absoluta confiança. Ela confia porque o pai é a síntese da força, da sabedoria, da segurança, da providência. Confia porque os braços da mãe curam qualquer dor, saram qualquer ferida, são refúgio seguro contra toda ameaça, dissolvem qualquer medo. Assim é Francisco, este é o espelho de Clara. Vivem em absoluta confiança em Deus, que se reflete, em confiança nos irmãos e irmãs, em desejo de que todas as pessoas vivam neste mesmo espírito.

Em mui conhecido episódio de sua vida, Clara demonstra e ensina que o Deus em quem ela confia nunca a defraudaria: “Durante o tempo de infortúnio que desabou sobre a Igreja no reinado do imperador Frederico, o vale de Espoleto foi um dos lugares que mais sofreu a calamidade da guerra. Ali se concentraram, por ordem imperial, como enxames de abelhas, esquadrões de cavalaria e archeiros sarracenos, com o propósito de destruir os castelos e atacar as cidades fortificadas. Nesta situação, também Assis, a cidade de particular preferência do Senhor, foi objeto da fúria do inimigo.

Os sarracenos ... caíram sobre São Damião, invadindo o terreno do mosteiro e penetrando mesmo no claustro das irmãs). Completamente atemorizadas, a voz embargada pelo medo, as pobres senhoras, acolheram-se chorosas à proteção da mãe. Ela, que jazia enferma, permaneceu serena. Pediu que a conduzissem à porta e que a pusessem em frente do inimigo, precedida do cibório de prata contendo o Corpo do Santo dos Santos.

Depois, prostrada de bruços em oração ao Senhor, entre lágrimas falou ao seu Cristo: “Vais permitir, meu Senhor, que sejam entregues às mãos do inimigo estas tuas filhas indefesas, que no teu amor criei? Eu te peço, Senhor, protege estas tuas servas, uma vez que eu não estou em condições de as poder defender”. Em seguida, desde o propiciatório da Nova Aliança, ouviu-se como que uma voz de criança que lhe dizia: “Eu sempre vos defenderei”. “Meu Senhor, acrescentou ela, se é do teu agrado, protege também esta cidade que por teu amor nos sustenta”. Ao que Cristo respondeu: “Sofrerá muitas tribulações, mas com a minha proteção será defendida”.

Então, levantando o rosto banhado em lágrimas, conforta as que choram, dizendo-lhes: “Filhinhas, garanto-vos, com toda a confiança, que nenhum mal vos acontecerá, basta para tanto que confieis em Cristo.

E, de repente, o atrevimento audaz dos invasores transformou-se em pavor e trataram de fugir precipitadamente pelos muros que tinham escalado, vencidos pela força da oração” (cf. LSC 21).

Através de suas cartas deixa claro que confia na oração de Inês de Praga para ser fiel ao Senhor, e no testamento, além de convocar-nos a confiar na força uma da outra (cf. TestC 22) deixa expresso o desejo de que as relações entre as irmãs, sobretudo, entre elas e a abadessa reflitam a confiança que ela tem no Senhor: “... Rogo também à que estiver a serviço das irmãs que trate de estar à frente das outras mais por virtudes e santos costumes do que pelo ofício... Seja tão bondosa e acessível que possam manifestar com segurança suas necessidades e recorrer a ela confiadamente a qualquer hora, como lhes parecer conveniente, tanto por si mesmas, como por suas Irmãs” (TestC 61.65s).

Francisco, fervoroso ouvinte e melhor praticante da Palavra, confia na promessa do Senhor de acompanhar com sua proteção e providência a seus seguidores. “Tende confiança... (Jo 16,33; Lc 12,7). Anima os irmãos viver a missão nesta confiança: “Tem pois, filho, confiança no Senhor, e comporta-te varonilmente; não tenhas medo porque Ele será o teu auxílio e para as obras de sua igreja dar-te-á abundantemente o que for necessário” (LTC 19,11).

E estabelece mesmo norma de vida: “Por isso, ide com confiança e ânimo alegre pedir esmolas com a bênção do Senhor Deus. Deveis ir pedir esmolas com mais liberdade e alegria que alguém que oferecesse cem dinheiros por um, pois vós ofereceis a quem pedis esmolas o amor de Deus. E como peregrinos e forasteiros neste século, servindo ao Senhor em pobreza e humildade, vão por esmola confiadamente, e não devem envergonhar-se, porque o Senhor se fez pobre por nós neste mundo” (RB 6,3s).

Como pai amoroso, quer incutir nos irmãos a mesma atitude confiante na missão:” Então São Francisco chamou-os todos a si ... e lhes disse: “Ide, caríssimos, dois a dois, por todas as partes do mundo, anunciando aos homens a paz e a penitência para a remissão dos pecados; sede pacientes na tribulação, confiando que o Senhor vai cumprir o que propôs e prometeu. Aos que vos fizerem perguntas respondei com humildade, aos que vos perseguirem e caluniarem agradecei, porque através disso tudo nos está sendo preparado um reino eterno” ... Ele os abraçava e dizia com ternura e devoção a cada um: “Põe teus cuidados no Senhor e ele cuidar á de ti” (1Cel 29, 2-4.6).

Que possamos viver com confiança e ânimo alegre este novo ano que Deus nos presenteia e, “sem perder de vista nosso ponto de partida, ... mas com pé seguro, confiantes e alegres, avancemos com cuidado pelo caminho da bem-aventurança” (cf. 2In 11b-13).

Abençoado e fecundo 2022!

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Irmã Maria Fachini - Catequista Franciscana

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

 

Direção
Isabel do Rocio Kuss

Ana Cláudia de Carvalho Rocha

Marlene dos Santos

Rosali Ines Paloschi

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865